Fullmetal Alchemist

Esta é uma das minhas séries de anime e mangá favoritas. A história das duas versões acabou ficando bem diferente depois de um certo tempo, mas ambas não deixam de ser ótimas! Tanto que mesmo com o corte master de custos que eu fiz, o mangá de FMA continua firme e forte nos meus gastos mensais.
O anime fecha muito bem a história em 51 episódios que não cansam a paciência de ninguém. Muito pelo contrário, ele deixa o espectador curioso pra dedéu e até o penúltimo episódio eu não tinha idéia de como a série ia terminar!

Os leitores desse blog já devem estar cansados de saber, mas não custa repetir.
Após tentarem ressuscitar a sua mãe através da alquimia, Edward e Alphonse Elric pagam um preço pra lá de caro por tentarem quebrar tal tabu: Aru perde o seu corpo inteiro e Edo uma perna e um braço (um deles foi levado em troca da alma de Aru, que fora fixado em um armadura).

No lugar dos membros perdidos, Edo ganha uma prótese metálica denominada automail, que futuramente seriam a justificativa do seu título como alquimista federal: Fullmetal Alchemist. As aventuras que são narradas a seguir se referem aos irmãos que querem reaver os seus corpos através da mesma alquimia e da troca equivalente que levou-os.

Reflexões, personagens interessantes, character design bem resolvido, lutas fodásticas, violência, reviravoltas, enfim... tudibom!
Recomendadíssimo pela cobaia, hoho!


(pra quem ainda não comprou, o número 30 de FMA está à venda, huhuhu \o/)

2 comments:

Mic disse...

Posso dar spoileres? Possso?! Posso?! *.*

Miyu disse...

Poder até pode, mas não vou liberar o comentário e eu sei onde você mora! mwahahahaha!