Terra, muita terra

É impressionante como tem coisas que só acontecem na rua onde eu moro.

Estou aqui, sentada como sempre na frente do meu computador, quando vejo um flash de luz vindo da rua. Olho pela janela e encontro um caminhão enorme que estava sabiamente descarregando areia na frente de uma casa bem embaixo da fiação elétrica. A coisa foi meio violenta, até piscou a luz aqui em casa.

Não contente com isso, era tanta terra pra ser descarregada que a calçada não foi suficiente e metade da rua também foi coberta por ela. Ou seja, jogaram aquilo tudo de qualquer jeito ali e se mandaram, deixando um rastrão de terra pelo resto da rua. Coisa fina.

Não resisti, como sempre. Tive que registrar o drama e postar aqui, hehehe.


Depois de um tempo, o dono da casa e mais duas pobres almas começaram o trabalho ingrato de mover a terra para dentro da casa (mais tarde minha mãe contou que ele está reformando a casa e que essa terra toda era pra consertar um senhor desnível de terreno). Eles demoraram aproximadamente 8 horas pra conseguirem levar tudo.


Pelo menos os garis que varrem a rua só no final do ano pra ganharem caixinha vão fazer por merecer essa semana, hehehe. >=D

1 comments:

Samuel disse...

Li uma vez que um casal nos iuessei chegou em casa e catou um ladrão já se mandando depois de fazer uma senhora limpa na casa. Quer dizer, uma limpa de valores, porque no processo de busca por dinheiro e jóias e tal, o cara fez uma zona, revirou tudo.

O dono da casa reconheceu o próprio chapéu na cabeça do ladrão, e antes da fuga, rendeu ele com um revólver até a polícia chegar. Mas quando viram o estado em que a casa estava, o casal aproveitou que o bandido tava ali mesmo, e o revólver tava ali mesmo, hehehe, e aí sim, o cara literalmente fez uma senhora limpa na casa. Sob a mira do revólver, o ladrão reorganizou gavetas, varreu chão, lavou louça, deixou a casa um brinco, pra então ser levado pelos policiais.

Serve de excelente inspiração, não acha? >=)